exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Software

Sebastian Frank: The Beer Hall Putsch, mais um jogo português à procura de financiamento

Faltam 21 dias para terminar a campanha de crowfunding que pode tornar realidade o jogo concebido por três jovens portugueses. Ainda só foram angariados dois mil dos 30 mil euros necessários à concretização do projeto. Falámos com um dos principais autores deste jogo.

  • 333

O jogo chama-se Sebastian Frank: The Beer Hall Putsch. O primeiro nível está desenvolvido e pode descarregá-lo para experimentar na página do IndieGoGo – a rede de crowdfunding onde os autores do jogo tentam angariar a verba que falta para a conclusão do título. A Exame Informática falou com Cláudio Fernandes, um dos principais responsáveis do projeto.

Vimos no Indiegogo que tem três membros na equipa? Há mais pessoas envolvidas no desenvolvimento do jogo?

Este projeto tem dois promotores, Cláudio Fernandes e José Nunes. Somos os dois de Coimbra e contamos com a colaboração de Joaquim Borges, que é de Vizela e que também está a trabalhar a tempo inteiro no projeto como artista gráfico. Ele fez a arte da demo “Sebastian Frank: The Vienna Prologue”. Todos estudámos juntos em Coimbra e foi aí que nos conhecemos enquanto alunos da Universidade. Outras pessoas colaboraram pontualmente neste projeto, na composição musical, voice acting e traduções. Sem elas o projeto não seria, de todo, possível.

Tem uma empresa? A campanha está em seu nome…

A empresa ainda não está constituída. O sucesso da campanha de crowdfunding e a capacidade de reunir parcerias de investimento ditará a continuidade do projeto e a formação da empresa. Estamos plenamente dedicados a conseguir esse objetivo e contamos com o apoio de todos.

Que jogos desenvolveu antes?

Os dois promotores desenvolveram centenas de jogos para uma das maiores editoras de educação em Portugal, durante cerca de quatro anos. Essa experiência permitiu desenvolver e maturar as capacidades necessárias ao desenvolvimento deste jogo. Foram implementados diversos motores, de diversos géneros, que estiveram na base dos jogos que foram lançados a uma escala global.

Este, em específico, quanto tempo demorou (e vai demorar) a concluir?

O primeiro episódio, que está disponível para download, teve um ciclo de desenvolvimento de cerca de 6 meses e funciona como uma demo para a série Sebastian Frank. Este tempo inclui o desenvolvimento do motor que será também usado no episódio que estamos a financiar. Ao contrário da demo o jogo “Sebastian Frank: The Beer Hall Putsch” será de longa duração com cerca de 4 horas de jogabilidade. Como tal o tempo de desenvolvimento é superior e é estimado em cerca de 12 meses.

De que trata este jogo?

O jogo é uma aventura gráfica inspirada pelos títulos do mesmo género que surgiram nas décadas de 1980 e 90. O jogo acompanha o personagem Sebastian Frank na sua missão de impedir a tomada de poder do partido Nazi na Alemanha circa 1923. O jogador terá de resolver um encadeamento de puzzles cuja resolução implica a interação com personagens, a combinação de objetos ou a exploração de cenários. De acordo com os nossos valores, o jogo tem como um dos seus pontos fortes, a sua componente narrativa onde também o humor é uma característica que se destaca. Neste título em particular o personagem principal participa ativamente na resolução de factos históricos.

Faltam 22 dias para o período de crowdfunding terminar e ainda só tem 4% da verba pedida… se não conseguir os 30 mil euros… quais são as alternativas para concluir o jogo?

A campanha de crowdfunding é essencial para a validação do interesse do público no jogo. Como tal, contamos com a ajuda de todos os gostam deste projeto. O sucesso do mesmo permite garantir parte do financiamento necessário para o desenvolvimento do jogo, mas também permite motivar parcerias com editoras e investidores.

O que vos levou a não desenvolver o jogo para plataformas móveis?

Os nossos planos preveem o lançamento do jogo em plataformas móveis numa fase mais avançada do projeto. Teremos primeiro que criar as condições em termos técnicos e de controlo de qualidade para garantir a qualidade da experiência do jogador nestas plataformas.