exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Software

Sound Particles: o software criado em Leiria que conquistou Hollywood

O que têm em comum “Tartarugas Ninja Heróis Mutantes: O Romper Das Sombras”, “As Caça Fantasmas”, “Poltergeist”, “The Walk”, “The Forest”, “Steve Jobs”, e “Batman v Superman”?

  • 333

Nuno Fonseca ainda não ganhou nenhum Óscar, mas se dependesse de Jason W. Jennings, editor de sons do filme “Tartarugas Ninja Heróis Mutantes: O Romper Das Sombras”, essa distinção há muito que já teria ido parar às mãos do professor do Politécnico de Leiria. As palavras do especialista de Hollywood, que acabam de ser reproduzidas num comunicado do Politécnico de Leiria, não deixam muita margem para dúvida: «Honestamente, posso dizer que nunca usei um software como o Sound Particles. É realmente verdadeiramente extraordinário – estou fascinado».

O novo episódio da saga Tartarugas Ninja é apenas mais um dos filmes conhecidos que usam o software made in Politécnico de Leiria para conseguir o que instrumentos, ferramentas ou fenómenos naturais nem sempre conseguem com tanta facilidade e rapidez: “As Caça Fantasmas”, “Poltergeist”, “The Walk”, “The Forest”, “Steve Jobs”, e “Batman v Superman” já usam este software Sound Particles para simular milhares de sons em simultâneo.

Numa batalha de um filme épico a profusão de movimentos, cenas e personagens costuma ser acompanhada de múltiplos sons. Para um estúdio de Hollywood, a recriação dos sons pode revelar-se morosa ou complexa: «Atualmente, a criação do som para uma cena épica, como uma batalha, é um processo essencialmente manual – o sound designer vai adicionando som após som, provavelmente existindo cerca de 100 sons em simultâneo. Com esta tecnologia, o software consegue criar milhares e milhares de sons, poupando tempo e obtendo resultados mais realistas», descreve o Nuno Fonseca.

Nuno Fonseca, coordenador da licenciatura em Jogos Digitais e Multimédia da Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Politécnico de Leiria, não se tem feito rogado perante o estrelato dos últimos dois anos. A divulgação do Sound Particles já lhe abriu portas para palestras no Skywalker Sound, Warner Bros, Universal, 20th Century Fox, Technicolor (Paramount Studios), Pixar e Pinewood Studios (UK). Em outubro segue-se um evento na Sony Pictures, com a organização da Motion Pictures Sound Editors (MPSE).

  • 333