exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Software

Portáteis Yoga da Lenovo impedidos de usar o Linux

A Lenovo nega ter assinado um acordo com a Microsoft para bloquear sistemas operativos Linux. A incompatibilidade deve-se a uso de um novo sistema de armazenamento de dados, refere a companhia.

  • 333

Há vários modelos de portáteis Yoga, da Lenovo, que não correm sistemas operativos Linux. As queixas dos consumidores começaram a circular na Internet, e os sites especializados chegaram mesmo a noticiar que a incompatibilidade com os sistemas operativos Linux estaria relacionada com um alegado acordo com a Microsoft. As notícias tinham por base declarações de um funcionário da Lenovo, mas a marca chinesa não demorou muito tempo a lançar uma segunda explicação oficial para o bloqueio de sistemas operativos Linux: afinal, os modelos Yoga não correm sistemas operativos Linux devido ao uso de um novo sistema de armazenamento de dados, que regista os dados mais rapidamente.

Apesar de a Lenovo negar qualquer acordo de bloqueio da concorrência com a Microsoft, a BBC recorda que a incompatibilidade apenas foi detetada em portáteis que têm a “signature edition” do Windows 10, que se distingue pela instalação do sistema operativo sem ferramentas acessórias ou dispensáveis.

Segundo a Lenovo é a adoção do sistema de armazenamento de dados RAID o causador desta incompatabilidade. A marca chinesa refere ainda que, assim que os diferentes sistemas operativos da família Linux, tiverem atualizado os códigos para funcionarem com RAID a incompatibilidade terá sido sanada.

«A Lenovo não bloqueia intencionalmente os consumidores de usarem outros sistemas operativos nos seus dispositivos e está totalmente empenhada em providenciar as certificações e as instruções de instalação do Linux numa alargada gama de produtos», refere a Lenovo citada pela BBC.

  • 333