exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Software

Google e Improbable juntam-se para criar mundos virtuais para jogos online

Os criadores de uma plataforma que permite criar mundos virtuais vai usar a nuvem da Google para massificar a ferramenta. Apesar de ser vocacionado para jogos, o produto tem potencial para ser aplicado às áreas científicas, médicas e educacionais.

  • 333
Paulo Matos

Paulo Matos

Jornalista

A Improbable, uma startup de Londres que tem estado a desenvolver uma plataforma chamada SpatialOS para que terceiros possam criar mundos virtuais, anunciou uma parceria estratégica com a Google. A empresa está a lançar uma versão inicial de teste do SpatialOS (a beta será disponibilizada no primeiro trimestre do próximo ano) e usará a nuvem da Google para fornecer o produto aos interessados.

O SpatialOS visa permitir que os programadores possam desenvolver e testar ambientes virtuais que podem ser posteriormente usados em experiências de jogos de realidade virtual por milhares de utilizadores em simultâneo. Na prática, tem por objetivo ajudar a superar limitações técnicas e criar mundos habitáveis onde as ações dos jogadores tenham consequências reais.

A Improbable refere que consegue atingir níveis de detalhe significativamente maiores que as outras plataformas de jogos devido ao facto da arquitetura computacional da plataforma estar distribuída, o que a torna mais eficaz para lidar com tarefas particularmente exigentes. Ou seja, um programador não necessita de ter servidores próprios para trabalhar no SpatialOS, uma vez que a plataforma é que atribui o poder computacional necessário nos diferentes servidores na nuvem.

Todo este conceito pode parecer etéreo, mas o potencial desta ferramenta pode ajudar não só a avançar o mundo do gaming como também os serviços digitais que dependem da visualização – aplicações científicas, médicas ou educacionais, por exemplo.

De acordo com o Tech Crunch, o acordo entre as duas empresas não prevê o investimento de dinheiro por parte da Google na Improbable, mas é um indicador de que o gigante tecnológico acredita que o futuro do gaming passa inequivocamente pela nuvem.

  • 333