exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Software

Microsoft liberta mais de 60 mil patentes para ajudar o Linux

Robert Giroux

A Microsoft anunciou que junta à Open Invention Network, um grupo especializado em proteger o Linux em casos que envolvam patentes.

  • 333

Exame Informática

A entrada da gigante de Redmond adiciona mais de 60 mil patentes que ficam disponíveis para os membros da OIN. A Microsoft anunciou hoje que vai fazer parte do grupo que mantem uma plataforma de licenciamento para o Linux para cerca de 2650 empresas, desde programadores independentes a gigantes como Google e IBM. O acordo prevê que todos os membros possam ter acesso às patentes detidas pela OIN e também o licenciamento cruzado entre membros, sem royalties, noticia o The Verge. A OIN foi criada em 2005 e tem procurado, desde aí, defender a comunidade e oferecer formação e aconselhamento sobre a intersecção entre código aberto e propriedade intelectual.

Scott Gunthrie, vice-presidente da Microsoft para o segmento cloud e empresarial, explica que o objetivo é «proteger os projetos de código aberto de processos relacionados com Propriedade Intelectual». Por outro lado, a comunidade beneficia do apoio de milhares de novas patentes.

A entrada da Microsoft na OIN fez-se com algumas exceções, nomeadamente no que diz respeito ao código do Windows e de aplicações de desktop.