exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Software

Windows 7 destronado pelo Windows 10

O sistema operativo mais recente da Microsoft precisou de três anos e meio para se tornar também o mais popular, suplantando o Windows 7.

  • 333

Exame Informática

Segundo as estatísticas mais recentes da Net Applications, o Windows 10 aumentou 1,1% na sua quota de utilizadores, chegando aos 39,2% em todos os PC e 45,5% em todos os PC com Windows. Desta forma, o sistema operativo mais recente da Microsoft é também o que está mais presente nos computadores, destronando o Windows 7, três anos e meio depois de ter sido lançado. A subida do Windows 10 surgiu ao mesmo tempo que o Windows 7 registou a sua maior quebra nos últimos 12 meses, perdendo 2% dos utilizadores. No final do ano, noticia a ComputerWorld, o 7 estava presente em 36,9% de todos os PC e em 42,8% de todos os PC com Windows.

O momento do crossover, ou seja, quando a versão mais recente suplanta a mais popular, aconteceu tarde para o Windows 7. No caso anterior, quando o 7 veio suceder ao XP, tornou-se mais popular 20 meses antes da “morte” do XP. Na situação atual, o crossover está a acontecer menos de 13 meses depois do fim anunciado do Windows 7, marcado para 14 de janeiro de 2020. Se a data se mantiver e as tendências continuarem, o Windows 7 deve estar presente em 36%% de todos os PC Windows quando deixar de ser suportado pela Microsoft. Em comparação, o XP estava presente em 29% neste momento.

Para as empresas com Windows 7, a Microsoft preparou um plano pós retirada, com um custo crescente por ano para o suporte técnico, válido até ao limite de três anos.

A Net Applications calcula a base de utilizadores ao analisar os browsers usados para visitar os sites dos seus clientes.

  • 333