exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Software

Detetar uma overdose de heroína? Há uma app para isso

Uma equipa de investigadores da Universidade de Washington criou a Second Chance: uma app que ajuda médicos e equipas de socorro a detetar se determinada pessoa tomou uma overdose de opioides, através da monitorização do hálito.

  • 333

Exame Informática

A Second Chance é uma app que transforma o telemóvel de médicos e socorristas num aparelho sonar, capaz de analisar o hálito do paciente através do microfone e altifalante. A aplicação foi criada por uma equipa de cientistas da Universidade de Washington e ainda está numa fase inicial, tendo ainda de passar por vários testes antes de poder ser usada. Segundo a equipa, é possível detetar uma overdose de heroína em apenas alguns minutos. Também pela positiva, a aplicação não guarda qualquer registo das monitorizações feitas e não pede permissões para aceder à câmara do telefone.

Num dos estudos, foram analisados 194 participantes que tomaram heroína, morfina ou outras substâncias, numa instalação controlada, em Vancouver e dois deles tiveram mesmo de ser ressuscitados pelo staff médico presente. O sistema conseguiu identificar apneia com uma precisão de 97,7% e abrandamento da respiração com 89,3%. Ambos os sintomas podem denunciar uma potencial overdose, explica o Engadget.

As overdoses de opioides como analgésicos, heroína ou outras substâncias sintéticas são responsáveis por mais de 47 mil mortes em 2017 e por um prejuízo de 78,5 mil milhões de dólares só nos EUA.

A tecnologia por trás da Second Chance já está patenteada e aguarda aprovação do regulador dos EUA.