exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Software

Microsoft vai incorporar um kernel Linux no Windows 10

picture alliance - Getty Images

A integração do Linux no Windows 10 é mais uma demonstração que a Microsoft está a levar muito a sério o apoio a soluções de software de código aberto

  • 333

Francisco Garcia

A Microsoft está a anunciar algumas novidades para programadores que utilizam Linux. Nos últimos anos tem vindo a anunciar a chegada de várias componentes à loja da Windows, nomeadamente, do Bash, de um OpenSSH nativo, bem como o Ubuntu, o SUSE Linux e o Fedora.

«Começando com o Windows Insiders este verão, vamos incluir um kernel costumizado da Linux para dar suporte à versão mais recente do Subsitema Windows para Linux», explicou Jack Hammons, gestor de programas da Microsoft, à The Verge. «O kernel, por si, vai ter por base a versão 4.19, a versão estável mais recente do Linux. Este kernel pretende garantir que o Subsistema Windows para Linux está sempre atualizado», concluiu.

A integração do Linux no Windows 10 representa uma grande mudança e será a primeira vez que um kernel da Linux vai ser incorporado num sistema operativo Windows. De acordo com a The Verge, estará disponível ainda este ano na atualização, que dá pelo nome de 19H2.

Os programadores que utilizam esta ferramenta Linux sentiram melhorias a nível da performance e, segundo a Microsoft, vão contar com atualizações do kernel em dias que for lançado um Windows Update. Será totalmente open source e permitirá aos programadores alterarem o seu kernel e contribuírem para alterações.

A gigante tecnológica americana anunciou recentemente uma nova linha de comandos para Windows, a Windows Terminal, desenhada para ser a localização centrar de acesso ao PowerShell, Cmd e o Subsistema Windows para Linux.

  • 333