exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Software

Microsoft vai dar um ano extra de atualizações a alguns utilizadores com Windows 7

ROBYN BECK - Getty Images

Esta medida afetará apenas alguns dos clientes mais importantes da marca e pretende dar uma margem às empresas para fazerem a transição dos softwares instalados nos seus dispositivos para versões mais recentes. No final do primeiro ano a Microsoft pretende começar a cobrar por cada dispositivo que receber atualizações

  • 333

Francisco JM Garcia

A Microsoft anunciou que alguns clientes vão continuar a receber atualizações de software em dispositivos com Windows 7 e sem custos adicionais. A grande maioria dos utilizadores com esta versão do sistema operativo vai deixar de receber atualizações de segurança dentro de quatro meses, a partir de dia 14 de janeiro de 2020.

De acordo com a publicação TechCrunch, atualmente há ainda 37% de utilizadores a usar Windows 7 e cerca de 41% a usar Windows 10. As empresas que vão receber o primeiro ano de atualizações são aquelas que têm as versões Windows E5, Microsoft 365 E5 and Government E5 do sistema operativo. Após o primeiro ano passam a ser cobradas em 50 dólares por dispositivo caso queiram estender o período de suporte. Findo o segundo ano, a Microsoft aumenta o preço do serviço para 100 dólares por equipamento.

Desde março deste ano que a Microsoft tem estado a avisar os utilizadores que vai cessar a prestação de atualizações de segurança e, de acordo com a mesma publicação, tem recomendado que as empresas atualizem o software dos seus dispositivos para uma versão mais recente.

  • 333