exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Opinião

O nosso corpo é a derradeira palavra-passe

O reconhecimento facial robusto ganha espaço como sistema de autenticação que começa agora nos telefones, mas vai chegar a todos o tipo de dispositivos.

  • 333

A câmara frontal do iPhone Dez utiliza uma série de tecnologias para conseguir fazer um registo apurado da face do utilizador. Este processo biométrico vem para substituir a impressão digital porque, diz a Apple, com o reconhecimento facial contido na Face ID “há apenas uma hipótese em 1 milhão de alguém ter uma face igual à do utilizador” e que permita o tal desbloqueio.

Este artigo faz parte da Exame Informática Semanal. Para continuar a ler CLIQUE AQUI (artigo aberto)

  • 333