exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Opinião

A morte da TV linear e a traição via Netflix

As gerações mais novas ligam pouco ou nada à televisão linear e a crescente adesão a plataformas de streaming até já tem impactos na relação que se mantém com a cara-metade

  • 333
Paulo Matos

Paulo Matos

Jornalista

Não há nada como ir de férias com sobrinhos que são 15 a 20 anos mais novos para perceber que estou a ficar velho. Não o digo apenas porque constatei, mais uma vez, que eles me batem tranquilamente tanto no futebol de praia como no xadrez; digo-o porque eles não ligam peva à televisão. A TV, esse objeto de adoração da minha infância e adolescência que me fazia papar os programas do Totobola porque tinha sempre a esperança que acabassem mais cedo e a RTP enchesse o tempo em falta com um episódio do Mascarilha de 1966… Era raro, mas acontecia, ok?!

Este artigo faz parte da Exame Informática Semanal. Para continuar a ler, CLIQUE AQUI (acesso gratuito)

  • 333