exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Tutoriais

Por que razão as baterias explodem (e como evitá-lo)

O problema das baterias do Samsung Galaxy Note 7 veio relançar a discussão sobre a segurança das baterias de iões de lítio que equipam todo o tipo de gadgets e a maioria dos veículos elétricos.

  • 333

As scooters elétricas conhecidas por hoverboards são o pior exemplo de como baterias de má qualidade podem causar incêndios e até explosões. Centenas de milhares destes aparelhos foram retirados do mercado após terem surgido dezenas de vídeos nas redes sociais com hoverboards a arder e até a explodir.

Bem antes do problema do Galaxy Note 7, que obrigou a Samsung a suspender a comercialização deste modelo e recolher os terminais já vendidos, já tinham sido reportados vários problemas causados durante o carregamento da bateria. Várias marcas já foram obrigadas a aplicar planos de recolha de equipamentos. Há até registo de incêndios em casas originários de baterias de telemóveis.

São seguras?

Sim. Apesar das notícias alarmantes, a taxa real de incêndios provocados pelas baterias de iões de lítio é muito baixa. E, tirando alguns casos específicas de erros de conceção e produção (como é o caso dos Note 7), uma grande percentagem das falhas reportadas foi causada pela utilização de baterias de substituição não oficiais ou falsificadas. Em muitos casos, o problema foi causado pela utilização de carregadores de má qualidade ou não apropriados. Para evitar problemas com baterias, recomendamos a leitura do artigo «Tudo o que precisa de saber sobre baterias e carregamentos».

As causas dos problemas

Nem todas as baterias são iguais. As técnicas de produção e os materiais utilizados afetam naturalmente a qualidade das células, os elementos que constituem as baterias. O sistema de controlo de carga, que pode ser externo ou integrado na bateria, é também muito importante porque define a potência energética que é fornecida durante o carregamento das baterias.

Os incêndios e explosões têm, normalmente, origem num curto-circuito dentro da bateria. Problema que pode surgir por falta de qualidade de fabrico (impurezas dentro das células); por um acidente (impacto que deforma as células, por exemplo); por uma instalação incorreta (erros de montagem das células, por exemplo); ou, o mais comum, por sobreaquecimento das células.

Em baterias de maior capacidade, como as que são usadas em veículos, normalmente existem sistemas de segurança que impedem o incêndio mesmo quando são atingidas temperaturas absurdamente altas (várias centenas de graus Celcius). Sistemas que, por diferentes razões, a começar pelo espaço e pela relativamente baixa capacidade das baterias, normalmente não são aplicados em gadgets como smartphones ou câmaras digitais.

Os problemas de sobreaquecimento acontecem normalmente durante a carga das baterias, especialmente quando são usadas potências de carga maiores para acelerar o processo. Durante a carga, a eletricidade aplicada faz os iões de lítio moverem-se do cátodo da bateria para o ânodo através de um fluido eletrolítico inflamável e de um separador. A presença de partículas condutoras nestes elementos devido à má qualidade de fabrico pode conduzir a curtos circuitos que fazem incendiar o eletrolítico. O excesso de potência de carga e consequente sobreaquecimento também pode levar à criação de placas de lítio em redor do ânodo, o que também origina curtos circuitos. Os incêndios também podem ser provocados pela perfuração das células, já que o lítio reage violentamente com o vapor de água presente no ar.

Esteja atento

Apesar de raros, estes acidentes podem acontecer. Mas há algumas práticas para evitar o problema e, caso aconteça, diminuir as consequências.

- Evite carregar os aparelhos em zonas quentes, como junto a janelas com grande exposição solar;

- Garanta que o aparelho a carregar não está junto a elementos facilmente combustíveis, como papel ou outros produtos elétricos;

- Prefira os carregadores da marca ou recomendados pela marca;

- Não use carregadores e, ainda mais importante, baterias de marcas de baixo custo desconhecidas;

- Alguns smartphones e tablets têm modo de carregamento rápido que pode desativar para prolongar a vida da bateria e diminuir o sobreaquecimento;

- Evite deixar o aparelho em zonas muito quentes (dentro de um carro fechado no verão, por exemplo);

- Troque imediatamente as baterias se notar que estão deformadas (“inchadas”) ou com derrames;

- Evite carregar as baterias quando o aparelho ou as baterias estiverem quentes.

Vídeo (em inglês) sobre as razões que levam as baterias a incendiar-se da University College London

  • 333