exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Tutoriais

Use o Google para tudo!

Foi há mais de um ano que lhe explicámos tudo sobre as ferramentas da Google.

Sabia que pode descarregar localizações no Google Maps para usar offline? Que o Google Now o pode ajudar a nunca mais perder um avião? Que o Google Fotos faz filmes e slideshows por si? São apenas alguns dos exemplos que lhe vamos dar a seguir e que vão permitir-lhe usar todo o universo da Google a seu favor. Seja para utilização pessoal ou profissional. O melhor de tudo? Não vai gastar um cêntimo.

  • 333

Exame Informática

NOTA: Este artigo foi publicado originalmente na Exame Informática nº244, outubro de 2015.

AS PESQUISAS, OS MAPAS, AS NOTIFICAÇÕES

É possível ter as pesquisas do computador que faço disponíveis no telefone?

Sim, mas para isso tem de usar o browser da Google, o Chrome, em ambos os dispositivos. Instale o Chrome no computador. Concluída a instalação, abra o Chrome e use os seus dados da conta Google para iniciar sessão (no canto superior direito). Repita este processo no seu telefone (independentemente do sistema que está a usar). A partir de agora, tudo o que pesquisa no Google fica como histórico também no seu telefone. Simples!

Isso também funciona com o Google Maps?

Sim. Imagine que antes de sair para a estrada recorreu ao Google Maps para procurar uma determinada localização no computador. Quanto chega ao telefone ou ao tablet, só tem de abrir a app Google Maps (disponível para todos os sistemas móveis) e tocar na lupa de pequisa. Automaticamente, vai ter acesso às suas buscas mais recentes. E aquela que acabou de fazer vai aparecer no topo. Toque-lhe e o itinerário aparece. A inovação mais recente no Maps permite-lhe enviar a localização diretamente para o dispositivo móvel que está a usar. Para isso, quando o local for mostrado corretamente, toque na opção Enviar para dispositivo e escolha o dispositivo que lhe interessa. Automaticamente, recebe uma notificação no telefone da app Google Maps com essa localização. Depois, é só tocar em Navegação.

Mas assim estou a gastar dinheiro! Isso não pode ser feito sem ligar os dados?

Sim, mas só na app disponível para dispositivos móveis. Ou seja, antes de sair de casa ligue-se à Internet local e vá ao local pretendido. Quando o encontrar, toque no nome do local na parte inferior da página. Agora, no campo superior direito, toque no ícone que tem três pontos na vertical. Nas opções que surgem escolha: Transferir área Offline. O mapa é descarregado para o seu telefone e vai lá ficar durante 30 dias – depois é apagado.

Como é que partilho uma localização com amigos?

No computador faça: Com a localização já assinalada no mapa, clique no menu (barra lateral esquerda) e escolha Partilhar ou incorporar mapa. Depois, opte pela primeira aba partilhar link. Mais fácil: copie o URL que está na barra de navegação do browser. Depois, é só enviar essa ligação ao seu amigo. A outra opção, incorporar mapa, permite-lhe obter o código necessário para colocar esse mapa num site. Útil para quem tem um negócio próprio, por exemplo, e quer indicar aos potenciais clientes a sua morada. Na app é mais simples. Basta procurar pela morada. Depois, toque na parte de baixo do ecrã e escolha Partilhar. Já está!

O que dava jeito era saber o estado do trânsito quando vou para casa…

Isso é fácil. Basta usar o Google Now que lhe dá isso… e muito mais. Comece por, no Google Maps, definir a localização da sua Casa e do seu Trabalho. Para isso, instale o Google Now no seu telefone (disponível para iOS e Android). Depois vá a Menu>Personalizar>Locais. Defina onde é a sua casa e o trabalho. E já está. Duas vezes por dia, vai receber notificações sobre o trânsito.

E isso também me avisa do trânsito que vou apanhar para eventos que tenha no calendário?

Sim. Basta que, por exemplo, receba um bilhete de avião por correio eletrónico no Gmail ou, por exemplo, que tenha um evento criado no calendário com a morada. Além disso, convém que tenha ativada, nas definições da sua conta Google no telefone a sincronização automática da Agenda (definições>contas>Google>sincronização). Desta forma, todos os alertas vão surgir no Google Now com a informação do tempo da viagem.

Nunca sei onde deixo ficar o carro estacionado. Será que o Google Now também dá uma ajuda?

Sim, não é perfeito, mas ajuda. Certifique-se que tem uma ligação de dados ativa (Wi-Fi ou dados móveis) e que a localização do telefone também está ligada (o GPS, entenda-se). O sistema vai monitorizar a sua viagem e perceber, pelo curso e pela sua demora em determinado sítio, que o carro ficou parado. O Google Now mostra-lhe essa informação e pode ver o local aproximado onde o carro ficou. Claro que em parques subterrâneos a missão é mais complicada. Mas na rua em em garagens de prédios o sistema funciona bem.

E posso fazer buscas por voz?

Sim, é possível. No entanto, a funcionalidade de chamar a busca com a frase “Ok, Google” ainda não está disponível para Português. Ou seja, quando abre o Google Now, tem de tocar no microfone que está na caixa de busca para iniciar uma pesquisa por voz. Ah! E esta busca também identifica músicas. Basta estar a ouvir a música e pressionar o botão da pesquisa.

Só falta dizer-me que posso receber alertas sobre os resultados da minha equipa de futebol preferida?

Pode. Vá a Menu>Personalizar>Desporto>adicionar uma equipa. Escreva, por exemplo, Benfica ou Sporting Clube de Portugal e vai passar a receber avisos automáticos sobre os jogos dessas equipas e outras notícias. Infelizmente, por razões que desconhecemos, o Futebol Clube do Porto não aparece na lista de equipas a seguir. Se voltar atrás neste menu, também pode escolher a monitorização da Bolsa com o acompanhamento do comportamento de algumas ações.

Onde é que deixei o carro? O Google sabe!

Onde é que deixei o carro? O Google sabe!

O TRABALHO

Posso usar o Google Docs offline?

Sim. Pode. Aliás, pode usar o Docs e o Folhas de Cálculo, por exemplo. Para isso, tem de usar o browser Chrome e ir à loja do Chrome instalar a app Google Drive. A app está disponível dentro da Webstore do Chrome. Vá a Definições>sincronização offline. A partir desse momento, vai poder criar documentos escritos e folhas de cálculo sem ter de estar ligado à Internet. Claro que isto acontece, tudo, dentro do browser. Depois, quando tiver uma ligação ativa, os dados são sincronizados.

Faço alguns trabalhos em equipa, é possível trabalharmos juntos num mesmo documento?

É uma das grandes vantagens das apps da Google em relação a outras concorrentes. Pode criar um documento dentro do seu drive e adicionar utilizadores. Aliás, até é possível atribuir diferentes privilégios. Por exemplo, há quem só possa ver e outros que podem editar. Para este primeiro passo faça: Entre na sua Drive>novo>documentos do Google. Depois do documento estar criado, clique no botão que está no topo superior direito, partilhar. Dê um nome ao documento e comece a introduzir os endereços de email das pessoas da sua equipa. Repare que, nessa caixa, há um botão onde pode escolher os privilégios de cada membro. O Pode editar permite ao utilizador alterar o documento. Defina os parâmetros consoante o seu objetivo.

Mas como é que garanto que os membros da equipa não passam o documento a outros?

No menu anterior, onde define os parâmetros de cada um, clique em Avançado. Marque as duas últimas opções: Impede os editores de alterarem o acesso e de adicionarem novas pessoas e Desativa as opções de transferir, imprimir e copiar para comentadores e leitores.

Isso também funciona com o Calendário?

Sim. Se entrar no Calendário dentro da sua conta Google vai ter acesso à partilha e, até à criação de um novo Calendário. Faça o seguinte: dentro do calendário vá a definições (roda no topo superior direito)>aba Calendários>Partilha>Partilhar este calendário. No campo Pessoas específicas insira os endereços de email dos elementos da equipa com os quais quer partilhar o calendário. Como sempre, se clicar na seta da caixa definições de autorização, pode definir os privilégios dos utilizadores. Por exemplo, se podem, ou não, alterar os eventos marcados.

Para criar um novo Calendário vá a vá a definições (roda no topo superior direito)>aba Calendários> botão Criar novo Calendário. Depois, efetue o passo anterior para partilhar o Calendário entre os colaboradores.

Para trabalhar em vários documentos ao mesmo tempo, posso partilhar uma pasta?

Claro. Basta ir, novamente, ao Drive. Pressione o botão Novo>Pasta. Dê um nome à nova pasta. Agora, clique no botão que tem um ícone de uma pessoa com o sinal “+”. Agora, insira o endereço de email das pessoas que podem aceder a essa pasta e use o que já lhe explicámos para estabelecer os privilégios que vão ter sobre essa pasta. Repare que, no topo direito dessa caixa, pode obter o endereço da pasta a partilhar. Ou seja, um link que pode copiar e enviar por email às pessoas que vão ter acesso a esses ficheiros. E não se preocupe: sempre que partilha uma pasta com alguém, essa pessoa recebe um email com a notificação.

Isso quer dizer que têm, todos, de ter uma conta Google?

Não. Podem aceder a com outras contas. Mas o ideal seria estarem todos dentro do universo Google porque dessa forma vão ter acesso a todas as funcionalidades disponíveis.

Mas posso guardar tudo no Drive?

Pode, mas com uma limitação: o espaço oferecido gratuitamente é de 15 GB. Mais que isso e terá de investir em quota extra. E tudo isto que já lhe explicamos pode ser melhor se, claro, gastar dinheiro. Ou seja, há mais opções nas apps da Google, mas terá de pagar um valor por cada utilizador. O que garantimos é que estas opções gratuitas podem ajudar bastante as empresas mais pequenas a poupar uns euros para efetuar a gestão de alguns projetos.

E podemos comunicar em tempo real uns com os outros?

Claro! Essa é uma das funcionalidades mais básicas deste ambiente Google. Por exemplo, quando está a trabalhar num documento partilhado e outro elemento da equipa também vai reparar que, no topo direito, aparece um ícone. Se pousar lá o cursor do rato, vê quem é o utilizador e, se clicar duas vezes sobre ele, pode iniciar uma conversa. A essa conversa pode juntar outros membros da equipa. Tudo isto em tempo real e em formato chat texto. Aliás, no documento onde estão a trabalhar é possível ver que alterações estão a ser feitas em tempo e quem as está a fazer!

Ok! E se eu não quiser mudar, mas sugerir uma alteração?

Bem, para isso, abra o documento em questão e, no canto superior direito clique em Editar. No menu que surge, escolha a opção Sugestão. A partir desse momento, todas as alterações que enviar vão surgir no texto como sugestões que podem, ou não, ser aprovadas pela equipa.

Os contactos que tenho no telefone podem ser vistos dentro da minha conta Google?

Podem e devem. No seu telefone, consoante o sistema as opções variam, vá a Contactos>Definições de Contactos>Importar/Exportar Contactos. Escolha Exportar. E defina o local para onde a exportação é efetuada. Depois, envie esse ficheiro para o computador. Vá ao Chrome e vá à sua conta>contactos. Clique em Mais>Importar>Aceder ao Contactos do Google Antigo>Mais. Aí, indique onde está o seu ficheiro de contactos (o tal importado a partir do telefone). O sistema é inteligente o suficiente para perceber que há contactos repetidos e vai sugerir-lhe uni-los. Efetue a gestão que achar mais indicada. A partir deste momento há coisas que não se pode esquecer: quando criar um novo contacto no telefone, diga que esse contacto deve ficar associado à sua conta Google. Dessa forma, fica disponível no telefone e no computador. Aliás, fica disponível em qualquer dispositivo onde esteja a sua conta Google. Quer isto dizer que nunca mais vai perder um contacto. E, por exemplo, quando tiver um telefone novo, basta adicionar a sua conta Google para ter acesso a todos os contactos.

E posso fazer videconferência?

Sim, pode usar o Hangouts para o fazer. Mas na versão gratuita só pode realizar conversas com uma qualidade de vídeo menos detalha. Se quiser mais funcionalidades tem de pagar. De qualquer forma, fazer chamadas em vídeo para qualquer local do mundo usando a sua rede Wi-Fi pode ajudar, e muito, o seu negócio. Pode usar o hangouts no seu telefone ou tablet (a app está disponível para iOS e Android) e, no computador, dentro do seu browser, vá à sua conta de Google+ e, do lado direito, tem um botão de acesso direto ao Hangouts. É só selecionar o contacto com o qual quer interagir e fazer a chamada. É possível partilhar ficheiros durante a conversa para otimizar essa reunião de trabalho.

Tenho visto empresas que aparecem no Google Maps, como é que faço isso?

Para isso tem de entrar no Google My Business>Inscrever-se no Google (www.google.com/business/?hl=pt-PT). Depois, tem de criar uma página oficial da empresa no Google+. Agora, pesquise a morada da sua empresa. Quando a encontrar, clique em Adicione a sua empresa. Preencha os dados todos associados à sua empresa e faça Continuar. Preencha mais uns campos até chegar ao momento em que vai ter indicações sobre o código de ativação que lhe será remetido pelo correio. Só com esse código é que será possível concluir o processo. Valide o processo e a sua empresa vai passar a aparecer no Google Maps.

A minha empresa já está no mapa!

A minha empresa já está no mapa!

DIVIRTA-SE

Como é que faço para as minhas fotos e vídeo estarem disponíveis em todos os dispositivos?

Instale a App Drive no seu telefone. Agora, vá às definições da aplicação e em Google Fotos marca a opção Adicionar automaticamente. Repare que, em qualquer computador, pode entrar dentro da sua Drive e ir ao Google Fotos. Entre, e estão lá todas as fotos e vídeos que fez com o telefone e com tablet. Além de poder vê-las no ecrã maior do computador, também fica com uma cópia de segurança dos ficheiros.

Cópia de segurança? Mas as fotos e vídeos ficam no meu computador?

Podem ficar. Para isso, instale no computador a aplicação do Drive e, depois, defina quais as pastas que pretende ter armazenadas localmente. Desta forma, quando os ficheiros forem copiados para a sua conta, aparecem automaticamente em todos os dispositivos. Para isso, vá ao Explorador do Windows e clique com o botão direito do rato sobre a pasta Google Drive. Escolha Preferências e indica quais as pastas que quer ver sincronizadas no computador. Desta forma, os ficheiros, além de estarem na Web, também ficam no seu computador para que os possa ver, mesmo quando não tem acesso à Internet.

Gostava era de conseguir fazer o mesmo no telefone e no tablet!

O quê? Ficar com ficheiros disponíveis offline? Mas isso é fácil. Vá à app Drive e toque na opção Offline. Não tem aí nenhum ficheiro, certo? Agora, volte à sua lista de ficheiros do Drive e escolha um. Toque para o abrir. Agora, toque no ícone “i” e, no menu que surge, ligue o Manter offline. Desta forma, pode ver fotos e vídeos sem ter ligação à Net ativa.

Não tenho paciência para fazer slideshows e editar os vídeos que faço com o telefone…

Não é o único. Milhares de utilizadores partilham dessa dor. Mas a Google está atenta. Por isso, criou o Google Fotos. A app está disponível para Android e iOS. Depois de instalada, todas as fotos e vídeos são agrupadas tendo em conta o dia, o local e, até, o tema. Certifique-se, apenas, que tem o GPS ligado no telefone para que as fotos fiquem georreferenciadas e a app perceba qual foi o seu itinerário. Quando conclui a viagem, o Google Fotos prepara-lhe, automaticamente, uma história onde junta fotos, mapas e vídeos. Também é possível criar histórias e vídeos rapidamente. Só tem de ir à app>Coleções>pressionar o sinal +. Selecione as fotos e vídeos que deseja juntar e espere que a app faça tudo por si. No final, pode partilhar essa coleção com quem quiser.

E música? O Google Música serve para quê?

O serviço da Google tem duas vertentes: uma paga, outra gratuita. A paga permite-lhe ouvir música com qualidade a partir de uma base de dados de milhões de faixas – tendo em conta que tem a ligação à Internet ativa. A gratuita dá para carregar músicas para a sua conta que, depois, ficam disponíveis em qualquer dispositivo onde esteja a correr a aplicação. Sim, toda a música digital que tem guardada no computador pode passar para a sua conta Google. Depois, pode fazer playlists e ouvir rádios baseadas nos artistas que fazem parte das músicas que importou. A qualidade de áudio que pode carregar é suficiente para permitir uma boa experiência. Ou seja, se tiver paciência, pode passar todos os seus CDs de áudio para aqui e garantir que mesmo que os discos fiquem danificados, a música continua disponível. A app Google Music dá-lhe acesso a estes conteúdos em qualquer dispositivo móvel. Para carregar uma música, entre no Play Música a partir do browser. Pressione Carregar música a partir do menu lateral. Vai ser instalada, no Chrome, a app do Google Música para controlar os carregamentos de música.

E posso ouvir quando não tenho a Internet ligada?

Sim. Depois de carregar as suas músicas, basta clicar sobre o ícone que tem três bolinhas na vertical e escolher a opção Transferir. A música selecionada é carregada para o seu telefone ou tablet e pode ouvi-la sempre que quiser. Pode fazer exatamente o mesmo para Listas de reprodução, álbuns ou estações.