exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Consultório

Melhorar o PC para os jogos

Tem um problema no PC ou no smartphone que gostaria de ver resolvido? Tem dúvidas sobre que televisor deve comprar? Pode encontrar aqui respostas às suas perguntas.

  • 333

Sou assinante da revista e em primeiro lugar gostaria de agradecer e elogiar o excelente trabalho que fazem mensalmente. Continuam a ser fantásticos a todos os níveis mantendo-nos informados acerca das novidades do mundo tecnológico, assim como na divulgação do que melhor se faz no nosso país ao nível da investigação e desenvolvimento.
É a primeira vez que vos escrevo e faço-o pelo seguinte: estou a pensar em atualizar o meu PC para poder jogar os títulos mais recentes. Já efetuei algumas pesquisas para os componentes que pretendo, sendo que vou mudar quase tudo (motherboard, RAM, gráfica e processador). Mas vou manter o monitor (Samsung 225UW), o disco rígido (Samsung de 1Tb) e a fonte (Corsair Gaming Series 600W). Gostei do que li na edição de setembro sobre a nova gráfica da Nvidia GTX 1060. Sempre tive gráficas AMD, mas pelo preço e pelo desempenho que esta oferece estou a pensar adquiri-la. Em relação ao processador estou inclinado para o Core i5 6600K a 3,5 GHz com 6 MB de cache. Acham uma boa escolha? Gostaria de ter a vossa opinião em relação aos restantes componentes, tendo em conta o meu orçamento (até 750€ ideal, máximo 800€).
Vale a pena investir em memória DDR4? Pensei em 16 GB a 2400 MHz mas a minha dúvida é se devo comprar em DDR3 ou DDR4. Devia ponderar também um SSD? E a fonte será que se aguenta com isto tudo? Desde já agradeço a vossa ajuda.
André Couto

Para retirar o máximo partido de uma boa placa gráfica recomenda-se um monitor com uma resolução mínima de Full HD. De preferência com tecnologia de sincronização: Nvidia G-Sync para placas com processadores GeForce e AMD FreeSync para placas com processadores Radeon

Para retirar o máximo partido de uma boa placa gráfica recomenda-se um monitor com uma resolução mínima de Full HD. De preferência com tecnologia de sincronização: Nvidia G-Sync para placas com processadores GeForce e AMD FreeSync para placas com processadores Radeon

Considerando o seu orçamento, é perfeitamente possível optar por um sistema com processador Core i5 6600K, gráfica GTX 1060 (de 6 GB) e memória DDR4. Não que em termos de desempenho, sobretudo em jogos, se note a diferença do DDR4 para o DDR3, mas também há que pensar em termos de longevidade do sistema. Ao optar por um sistema baseado em DDR4 fica melhor preparado para o futuro. Por exemplo, é muito comum que sistemas de memória mais antigos acabem por tornar-se mais difíceis de encontrar no mercado e, como tal, até mais caros que formatos mais recentes. Na realidade, os preços dos módulos DDR4 e DDR3 já estão muito próximos.
Pelas nossas contas, por cerca de 700 euros é possível adquirir uma motherboard com chipset H110, como a Asus H110-PLUS, 16 GB de DDDR (2x 8GB), uma GTX 1060 com 6 GB, o Core i5 6600K e um SSD de 64 ou 128 GB (apenas para o Windows e programas mais utilizados).
Relativamente à fonte, como já explicámos em ocasiões anteriores, mais importante do que a potência global é a potência útil nas linhas de 12 volts. Mas não deverá ter problemas, já que a Corsair é uma marca conhecida por ter a potência no sítio certo e a Nvidia recomenda uma fonte de 400 watts para as GTX 1060.
Mas chamo a atenção para um fator que vai limitar a qualidade da sua experiência nos jogos. O Samsung 225UW é um monitor com uma resolução máxima de 1680x1050 píxeis e usa um painel algo antiquado. Ou seja, vai ter uma máquina capaz de jogar acima do Full HD, mas um monitor incapaz de suportar estas resoluções e com uma reatividade abaixo do desejável para os jogos mais exigentes.

Ajuda aos leitores
Tem um problema no PC ou no smartphone que gostaria de ver resolvido? Tem dúvidas sobre que televisor deve comprar? Pode encontrar aqui respostas às suas perguntas.
O Consultório sempre fez parte da Exame Informática. São páginas dedicadas a responder as dúvidas dos nossos leitores, desde questões técnicas relacionadas com problemas de hardware e software, até recomendações de compras nas mais variadas áreas da tecnologia.
Para enviar as suas dúvidas deve usar o endereço de e-mail consultorio@exameinformatica.impresa.pt. Cada e-mail deve referir-se apenas a um pedido de ajuda – pode enviar vários e-mails se tiver mais de um pedido de informação. Inclua uma descrição pormenorizada e, no caso de dúvidas técnicas, uma descrição do sistema (configuração do PC ou marca e modelo do smartphones, por exemplo).
Como é impossível responder a todos, damos prioridade aos assinantes da Exame Informática, pelo também deve indicar os seus dados de assinante no e-mail (nome e/ou número de assinante).
As perguntas e respostas selecionadas são publicadas na revista e/ou na secção Ajuda deste site.

  • 333