exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Reporter EI

Metrifly: a app que mede o pulso à rede

  • 333

Uma startup num minuto. A Metrifly pretende fornecer dados reais sobre a qualidade das redes de telemóveis. No final, tanto os consumidores como os operadores ficam a ganhar.

E se o consumidor for o melhor medidor da qualidade da rede do telemóvel? A opção pode dar aos consumidores “armas” para reclamarem junto dos operadores, mas também pode revelar-se bastante útil para companhias de telecomunicações: «De repente os operadores passam a ter muito mais medições. Hoje, os operadores já fazem medições que ajudam a analisar a qualidade de rede, mas com a app Metrifly é possível apresentar, a qualquer altura, resultados de vários pontos da rede que ajudam a tomar uma decisão», explica Miguel Almeida, um dos fundadores da Metrifly.

A Metrifly tem por objetivo agradar a utilizadores de telemóveis e satisfazer operadores. Aos primeiros oferece uma app que ajuda a perceber a qualquer momento qual a qualidade da rede móvel; aos operadores fornece os dados e medições que a app vai recolhendo ao longo do dia através das conexões efetuadas pelos utilizadores. «Para gerar um maior número de medições, os operadores poderão criar incentivos como vales de desconto ou oferta de tráfego, para fomentar a adesão dos utilizadores», explica Miguel Almeida.

Os mentores Metrifly já iniciaram os primeiros testes com operadores que pretendem avaliar o potencial técnico desta app no que toca à gestão de rede. Atualmente, está a decorrer uma parceria com o projeto Future Cities, que tem em vista o uso desta app na análise da qualidade dos serviços transporte.

A app, que tem vindo a ser desenvolvida na Lisbon Challenge da Beta-i, deverá ser distribuída gratuitamente aos utilizadores – o que pressupõe que sejam os operadores a suportar financeiramente o uso desta ferramenta.