exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Reporter EI

Senior Inclusive, o tablet está em vias de entrar na terceira idade

Exame Informática

  • 333

Uma startup portuguesa tem por objetivo desenvolver um conjunto de equipamentos como tablets ou relógios inteligentes destinados aos mais velhos. O projeto é apoiado pelo Portugal 2020 e deverá contar ainda com um avatar e uma app para familiares e cuidadores de idosos.

Exame Informática

  • 333
  • Infante, um peixe robótico que faz bem à saúde

    Reporter EI

    Um peixe robótico criado no Algarve e que parece um brinquedo, mas é uma ferramenta terapêutica. A portuguesa Sirius Robotics ajudou a transformar o robô Infante, criado por outras organizações, num instrumento de pacificação e relaxe. Há já contactos de potenciais interessados em usar este aparelho inovador, composto por três peças que se movem de forma coordenada.

  • Catamarã Solar a ser desenvolvido em Olhão

    Reporter EI

    O Cat 12.0 deve ser lançado em 2019 e deverá ter capacidade para transportar entre 25 e 42 pessoas. O veículo pode deslocar-se só com energia solar, atinge os 22 km/h, e poderá dar quatro voltas ao mundo sem gastar um único cêntimo em combustível. É um barco construído para ser versátil e tem 40 painéis solares.

  • O que se passa na cabeça de um jogador de videojogos?

    Reporter EI

    A Emotai é uma startup que pretende monitorizar o cérebro dos jogadores de e-sports. A fita usada tem quatro elétrodos e um sensor cardíaco e ajuda a recolher ondas cerebrais e ritmo cardíaco, oferecendo aos jogadores dados sobre stress, focos ou emoções. A tecnologia capta cinco bandas de frequência e ajuda a desenvolver planos de treino.

  • Como as micro-ondas podem ajudar a detetar cancro da mama

    Reporter EI

    Investigadores do Instituto Superior Técnico estão a desenvolver uma tecnologia que vai ajudar no rastreio do cancro da mama. O projeto Medical Microwaving Imaging prevê a utilização de micro-ondas, nas frequências de 2 a 5 GHz, para detetar e localizar tecidos potencialmente doentes. O protótipo já construído tem oito antenas e uma câmara e os testes são feitos num manequim de polímero que replica a mama feminina.