exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Web Summit

A globalização é inevitável; e o fim de algumas profissões também

Tiago Miranda

O que fazem um ex-presidente da Comissão Europeia, um presidente da Assembleia das Nações Unidas e o diretor-geral da Organização Mundial do Comércio juntos? Só um Meo Arena repleto sabe a resposta

  • 333

No primeiro painel de debate do dia no palco central, a Web Summit juntou um trio de luxo: Durão Barroso, ex-presidente da Comissão Europeia, Roberto Azevêdo, diretor-geral da Organização Mundial de Comércio, e ainda Mogens Lykketoft, presidente da Assembleia Geral das Nações Unidas.

Entre o muito que se debateu destaque para ideias: Durão Barroso, recordou que «os políticos e partidos do centro esquerda e do centro direita estão a dar lugar às forças obscuras no nacionalismo», mas logo advertiu: «pode haver entraves, mas a globalização vai acontecer».

Roberto Azevêdo lembrou que a evolução tecnológica vai acabar por pôr em risco várias profissões, e deu como exemplo «os motoristas de transporte de mercadorias, que estão condenados a perder o trabalho», entre outros exemplos possíveis.

Mogens Lykketoft deixou o repto perante um Meo Arena cuja lotação terá esgotado (16 mil espetadores era o número ambicionado, mas ainda por confirmar…). O representante das Nações Unidas considera que chegou a hora de os políticos tesrem a coragem para tomar as decisões acertadas. «Tem de haver mais pressão sobre os políticos – e temos de mostrar que sabemos como se podem fazer as coisas e temos de mostrar agora».

  • 333
  • Uma ligação à Internet e uma impressora 3D são suficientes para qualquer um fazer uma arma de fogo. Mas há perigos escondidos e a PSP ajudou-nos a revelá-los. Este mês falámos com a investigadora portuguesa que pode revolucionar o mundo das baterias e destacamos os testes ao Huawei P10 Plus, Nintendo Switch e TVs 4K abaixo dos €1000.