exameinformatica

Uma parceria EXPRESSO

Siga-nos nas redes

Perfil

Web Summit

Web Summit 2017: ainda mais visitantes, de preferência mulheres… E como é bom ter café a 60 cêntimos

Paddy Cosgrave mostrou-se extremamente satisfeito com a edição deste ano da Web Summit, que já entrou na fase final. Os números são impressionantes e para o ano ainda vão ser melhores.

  • 333

Será a Web Summit já grande demais para juntar pequenas startups a grandes investidores? Paddy Cosgrave, o diretor do evento, está convencido que não e acredita que ainda é possível crescer, como referiu na última conferência de imprensa que fez no decorrer do evento: «A zona onde estamos foi usada para uma exposição mundial e podemos expandir a área dedicada ao Web Summit. Há espaço para 80 mil visitantes».

Para 2017, Paddy não só espera mais gente como gostaria de ver mais mulheres. Ainda assim, o responsável máximo desta cimeira ficou agradado com a presença feminina: «Os demonstram que 42% dos visitantes foram mulheres. Cerca do dobro do ano passado e provavelmente a maior percentagem já conseguida numa grande evento dedicado à tecnologia».

Para a cada vez maior “rockstar” do panorama tecnológico, os números demonstram o grande sucesso da feira. Até ao momento, a rede Wi-Fi que cobre o Web Summit, terá sido usada para descarregar mais de 20 terabytes de informação a partir de quase 70 mil dispositivos, o que representa dez vezes mais dados que o ano passado. Milhões terão seguido em direto as várias conferências nas redes sociais e quase dois milhões de mensagens terão sido trocadas entre visitantes e participantes na app da Web Summit. Mas há um outro número que deixou Paddy impressionado: 60 cêntimos, o preço do café, que deixa «qualquer visitante do norte da europa perplexo».

Quanto a negócios, teremos de esperar. Por enquanto não há valores, mas «vai ser interessante ver como a imagem de Portugal vai evoluir».

  • 333