exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Web Summit

Sherpa, a assistente digital que diz ser mais inteligente que a Siri

A Sherpa já estava a ser desenvolvida ainda antes de a Siri ter sido adquirida pela Apple. A empresa de Bilbao, que começou por trabalhar apenas com interações em Espanhol, garante que vai ter um assistente digital mais inteligente que as concorrentes

  • 333

Xabi Uribe-Etxebarria, o fundador e CEO da Sherpa, esteve no Web Summit para garantir que está a desenvolver um assistente digital verdadeiramente inteligente. Ao contrário da Siri da Apple, da Alexa da Amazon ou do assistente Google, a Sherpa é capaz de interagir proactivamente e de modo inteligente com o utilizador. «De um modo similar a um assistente humano», garante Xabi Uribe-Etxebarria. Além de já ter conseguido 15 milhões de euros de investimento, a Sherpa fechou recentemente um acordo com a Porsche para equipar os próximos modelos da marca alemã com um assistente digital. Além dos comandos relacionados com o veículo, como controlo do sistema multimédia, a tecnologia Sherpa será capaz, por exemplo, de, sem intervenção do utilizador, chamar a atenção para a chegada de um e-mail importante ou para uma notícia que interessa ao utilizador.

Apesar de a Sherpa, que está disponível como app para iOS e Android, já ter funções de inteligência artificial, Xabi Uribe-Etxebarria anunciou que «a próxima geração da Sherpa vai representar um salto qualitativo enorme graças às capacidades de IA preditiva». O suficiente para ser «mais funcional do que os assistentes digitais mais conhecidos».

Quando questionado sobre como a Sherpa consegue competir com gigantes como a Apple e a Google, Xabi Uribe-Etxebarria justificou com a qualidade da equipa e com as novas possibilidades que estão a ser criadas dando como exemplo a indústria automóvel: «As marcas automóveis não querem fazer acordos com a Google, Apple ou Amazon porque não querem transferir os dados dos clientes. Preferem uma empresa europeia como a nossa que cumpre as normas de privacidade em vigor na Europa».

  • 333
  • O futuro da agricultura passa pela Inteligência Artificial

    Web Summit

    A Plenty é uma empresa americana que recorre a uma série de tecnologias para conseguir produzir anualmente, e no mesmo espaço de terra, entre 100 a 400% mais produtos que uma empresa agrícola comum. Novas técnicas que são imperativas num mundo onde a terra fértil não é suficiente para uma população que vai continuar a aumentar.

  • Administração Pública vai deixar de usar plástico

    Web Summit

    O ministro do ambiente e da transição energética acaba de anunciar na Web Summit que o governo tomou a decisão de deixar de usar plástico na administração pública. A decisão vai ser executada até ao final do ano. A partir de janeiro, os plásticos “de uma única utilização” vão ser substituídos por materiais como vidro e papel.

  • «Steve Bannon quis criar a sua própria NSA»

    Web Summit

    «O Facebook tem o poder de clonar toda uma sociedade», mas o Facebook nada quis fazer quando recebeu as primeiras denúncias do escândalo Cambridge Analytica e da moniotorização de dezenas de milhões de perfis da maior das redes sociais com propósitos comerciais. Hoje, foi dia de whistleblower na Web Summit