exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Russos conseguiram espiar as comunicações do FBI desde 2010

A inteligência russa terá sido capaz de desencriptar as comunicações feitas via rádio pelos agentes do FBI. Da descoberta, terá resultado a expulsão de diplomatas russos em 2016.

  • 333

Exame Informática

Durante a Administração Obama, os EUA expulsaram diplomatas e apreenderam instalações usadas por operacionais russos em 2016. Na altura, avançou-se que as medidas se deveram à descoberta da influência russa durante as eleições presidenciais. Agora, fontes ouvidas pelo Yahoo News avançam que a expulsão se deveu também à descoberta de que estes operacionais estavam a espiar as comunicações via rádio, moderadamente encriptadas, dos agentes do FBI.

Ainda não se sabe se haveria uma toupeira humana a ajudar nesta operação de espionagem, uma vez que os russos têm o hábito de disfarçar fontes humanas como ataques técnicos. Desde então, o FBI melhorou os sistemas de comunicação encriptada por rádio, mantendo as conversas seguras. Segundo as fontes que revelaram os ataques, estes tiveram um alcance limitado e com menos perigo do que poderiam ter tido.

Em 2012, o FBI cortou contactos com algumas das suas fontes russas, outros deixaram de comunicar, a CIA também suspendeu algumas comunicações e várias instalações governamentais fizeram alterações simples nas suas práticas, com vista à maior segurança, como a alteração mais frequente de códigos de encriptação e manter as conversas afastadas das janelas.

  • 333