exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Software

Ubbu: candidaturas para aulas gratuitas de programação terminam a 28 de setembro

As aulas de Ciência da Computação são lecionadas por professores de qualquer disciplina, desde que tenham garantido as certificações necessárias pela própria Ubbu ou pela Associação Nacional Professores de Informática (ANPRI). As aulas são semanais

  • 333

A Code For All acaba de anunciar que estendeu para 28 de setembro o prazo de inscrição para escolas do ensino básico que pretendam lecionar aulas de programação durante o ano letivo 2019/20.

As aulas da disciplina intitulada Ciência da Computação, que tem por base a plataforma Ubbu, vão ser lecionadas sem custos para todas as escolas, com exceção da região do Algarve, que supera os requisitos necessários para receber apoios comunitários, e Madeira e Açores, que já contam com apoios comunitários próprios. As escolas de Lisboa, que nas edições anteriores também não podiam ser contempladas com aulas de programação sem custos para alunos ou escolas, passaram agora a poder inscrever-se neste programa de aulas grátis.

A plataforma Ubbu foi desenvolvida tendo em vista o ensino dos princípios da programação através de interface gráfica a crianças dos 6 aos 12 anos. Os exercícios de programação pretendem ter uma relação com o quotidiano. As aulas de Ciência da Computação podem ser lecionadas por professores de qualquer disciplina, desde que tenham garantido as certificações necessárias pela própria Ubbu ou pela Associação Nacional Professores de Informática (ANPRI). As aulas são semanais.

«Na sala de aula é necessário um computador para cada dois alunos. As aulas acontecem uma vez por semana onde, com base nos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável da ONU, os alunos são desafiados a utilizar as mais diversas ferramentas de conhecimento e aliá-las à tecnologia, para a sua resolução», refere um comunicado da Code for All.

No ano letivo 2017/2018, 320 agrupamentos escolares do País lecionaram os rudimentos de programação através da Ubbu. A plataforma já iniciou a internacionalização, sendo hoje distribuída em Espanha, Noruega, Cabo Verde, Macau, Estados Unidos, Brasil e África do Sul.

  • 333