exameinformatica

Uma parceria VISÃO

Siga-nos nas redes

Perfil

Mercados

Novo diretor da HP prevê despedir entre sete a nove mil funcionários

NurPhoto - Getty Images

A ação faz parte de um plano de reestruturação da empresa para aumentar o valor bruto de poupanças anuais na ordem dos mil milhões de dólares até 2022

  • 333

Francisco JM Garcia

A HP revelou esta quinta-feira que vai fazer cortes na mão de obra trabalhadora na ordem dos 16%. A Reuters conta que a marca diz estar atravessar um período de reestruturação para reduzir os custos e estão previstos entre sete a nove mil despedimentos e saídas voluntárias de funcionários.

Atualmente a HP tem cerca de 55 mil funcionários em todo o mundo e com os despedimentos pretende aumentar o valor bruto de poupanças anuais em mil milhões de dólares até ao fim do ano fiscal de 2022.

«Estamos a tomar decisões arriscadas neste virar de página», contou Enrique Lores, o recém nomeado CEO da empresa, à Reuters, sublinhando que vê «novas oportunidades de aumentar o valor de mercado da empresa através de uma mudança administrativa e de uma transformação agressiva do modelo de trabalho».

Recorde-se que Enrique Lores vai ocupar o lugar de Dion Weisler no próximo dia 1 de novembro e tinha já dado a entender que grandes mudanças estavam para chegar à Hewlett Packard.

  • 333